Asma infantil: conheça as causas dessa doença e as formas de tratamento disponíveis

Comum na infância, ela dificulta a respiração dos pequenos. Saiba mais sobre o problema, como tratá-lo e a importância de uma alimentação saudável para prevenir as crises.
Comum na infância, ela dificulta a respiração dos pequenos. Saiba mais sobre o problema, como tratá-lo e a importância de uma alimentação saudável para prevenir as crises.

O que é asma

A asma é uma doença pulmonar crônica nos brônquios, que, inflamados, ficam mais contraídos. Resultado: o ar não entra nem sai livremente dos pulmões. Quando isso acontece, é preciso fazer mais força para respirar, resultando nas crises asmáticas. É a doença crônica mais comum na infância.

Chiado no peito
Um dos aspectos mais marcantes durante uma crise de asma é o chiado no peito. Esse barulhinho que assusta os pais é resultado do inchaço e estreitamento das vias aéreas da criança. Além do chiado, ela tem a sensação de aperto no peito e pode tossir muito.

As causas

Uma crise de asma pode ser desencadeada por:

· Fumaça de cigarro
· Poeira doméstica e ácaros
· Pelos de animais, como gatos e cachorros
· Pólen de plantas
· Poluição
· Mudanças bruscas de temperatura
· Clima seco

Tratamento

Existem diversos medicamentos para tratar a asma na infância. Alguns são indicados para o alívio imediato durante uma crise e outros são ministrados a longo prazo como tratamento preventivo. Eles atuam lentamente no organismo durante semanas ou meses para evitar o aparecimento de novas crises.

E a bombinha?
Ao contrário do que as pessoas pensam, a bombinha não vicia e, se indicada por um médico, dá um alívio danado nos pequenos quando a falta de ar se instala. Uma das vantagens é que ela tem ação quase imediata.

Dieta ideal

As crianças que comem direitinho têm menos episódios de crises de asma. Entre os alimentos que podem e devem aparecer no cardápio da meninada estão os peixes, as frutas (maçã, pera, ameixa, figo, damasco, uva, laranja, morango), as hortaliças (alface, cenoura, brócolis, repolho, rúcula, agrião, abóbora, abobrinha, pepino, pimentão, tomate, ervilhas), os cereais e as oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, avelãs).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s